4 ações para acelerar a transformação digital da indústria

transformação digital

Aumentar a produtividade, reduzindo a pegada ambiental, ampliando a capacidade de adaptação às demandas de um mercado em mudança acelerada. Este é, em resumo, o desafio que a indústria encara no mundo todo, neste momento. Individualmente, cada uma dessas demandas já é difícil de superar por si só. Lidar com todas de forma simultânea, então, demanda um esforço concentrado de diferentes áreas da organização.

A tecnologia e a conectividade são ferramentas cruciais para superar acelerar a transformação digital. Elas oferecem, de fato, caminhos e soluções para proporcionar flexibilidade, eficiência e menores emissões, com redução da utilização de recursos da natureza. E os líderes, em geral, conhecem essas alternativas.

Uma pesquisa recente do Boston Consulting Group (BCG) constatou que 89% dos executivos do setor estão cientes, tanto dos desafios quanto da possibilidade de utilizar as novas ferramentas para superá-los. Mas o mesmo estudo aponta que um percentual significativamente menor, 68%, efetivamente vem implementando soluções que utilizam tecnologias avançadas. E apenas 16% dos entrevistados consideram que suas ações foram bem sucedidas.

Por que é difícil implementar a transformação digital?

O levantamento do BCG aponta um diagnóstico: as iniciativas de transformação digital, em geral, são isoladas e não alcançam a abrangência necessária. Não é o suficiente. O setor precisa de uma abordagem mais ampla e estratégica para mudar fundamentalmente o desempenho no chão de fábrica.

A fábrica do futuro tem:

  • Digitalização e automação, necessária para aumentar a previsibilidade e automatizar processos por meio de sistemas autocontrolados.
  • Metodologia Lean, desenhada nos anos 1980, e que continua válida, por viabilizar fluxos produtivos com redução de recursos, incluindo tempo, materiais e ferramentas.
  • Estrutura eficaz, que utiliza uma adaptação da estrutura e do layout da planta, de forma a gerar agilidade para os ativos, o posicionamento de estoque e a passagem de colaboradores.

O que as indústrias precisam para avançar?

Na avaliação do BCG, dois fatores são cruciais para acelerar a transformação digital no setor:

Pessoas: É necessário recrutar talentos alinhados com as novas dinâmicas de trabalho, além de qualificar os times atuais com programas de capacitação. A liderança precisa ainda instituir ferramentas de governança, incluindo estrutura organizacional, funções e responsabilidades, processos, incentivos e Key Performance Indicator (KPI).

Tecnologia: Está na base instrumental que garante o sucesso de qualquer ação. É preciso, para alcançar sucesso da transformação digital, definir as ferramentas a serem utilizadas, estabelecendo como elas estarão conectadas, para então avaliar e selecionar os fornecedores certos para o hardware e software necessários.

Que consequências as empresas podem esperar?

Quando é bem sucedida nesse processo, uma organização do setor industrial consegue:

  • – Alinhar a liderança em torno de um propósito corporativo.
  • – Criar uma vantagem diferenciada para as pessoas.
  • – Construir um modelo operacional ágil e resiliente.
  • – Promover uma cultura orientada para a inovação.
  • – Incorporar a Inteligência Artificial (IA) na organização.
  • – Migrar para plataformas tecnológicas modernizadas.

Que soluções apoiam o setor no caminho da transformação digital?    

Quando se trata de implementar um conjunto de ferramentas coordenadas, que formem um ecossistema estruturado de digitalização de rotinas, tanto dentro das fábricas quanto no escritório das organizações do setor industrial, algumas soluções são cruciais.

Elas permitem formar um cenário favorável à eficiência, com ganhos que podem diferenciar a indústria dos concorrentes – que muitas vezes operam inclusive em outros países. As principais são:

Serviços de Infraestrutura de TI: Eles formam combinações muitas vezes complexas de equipamentos, que exigem padrões de implantação, suporte especializado, segurança e gestão para prevenir falhas e garantir que serviços e soluções da empresa estejam sempre disponíveis.

Serviços de Cloud e Segurança: O melhor caminho para garantir a disponibilidade dos dados, com segurança 24 horas por dia, sete dias por semana, é utilizar a nuvem. Ela facilita acessar informações a qualquer momento, a partir de qualquer lugar, com controle de acessos e permissões.

Serviços de Automação (RPA): Permite automatizar processos, aumentar a produtividade, reduzir custos e melhorar o desempenho. Em outras palavras, robôs e IA são colocados para trabalhar em prol da eficiência e da redução de custos.

Break Fix, Service Desk e Field Service: Combinados, estes três serviços garantem a disponibilidade de equipamentos, onde quer que eles sejam necessários. E proporcionam um trabalho ativo de prevenção, que garante a menor perda de tempo possível, já que reduz os casos de quebra e mau funcionamento.

Logística de TI e descarte sustentável de equipamentos: Muitas empresas do setor industrial atuam com instalações físicas em pontos distantes entre si. Gerenciar a distribuição dos componentes de tecnologia, assegurando que eles estejam disponíveis quando necessários – e descartados da forma mais correta –, representa um desafio.

Alocação de equipamentos e profissionais de TI: Um parceiro especializado em Tecnologia da Informação (TI) pode apoiar o setor diante desta demanda: manter especialistas disponíveis, de forma remota ou presencial, sempre que necessário, em qualquer local onde a empresa mantenha instalações.

A Faiston pode ser sua parceira de serviços e soluções

Com mais de 20 anos de mercado, a Faiston se posiciona como o parceiro ideal para serviços e soluções de TI. Mantém centros logísticos distribuídos nas principais capitais do Brasil, rede credenciada com mais de 3.500 profissionais, especialistas em microinformática, networking e telecom, VSAT, cabeamento e servidores.

Tem alcance nacional, com capacidade de atender com a capilaridade que as indústrias necessitam. Com a Faiston, a indústria ganha:

  • Maior controle de riscos.
  • Melhora nos processos.
  • Redução de custos.
  • Gestão de TI facilitada.
  • Operação mais eficiente.
  • Menor esforço de TI interno.
  • Segurança digital.
  • Evolução digital.

Assim, consegue entregar os serviços e as soluções de TI que viabilizam as mudanças necessárias para avançar.

Conheça os serviços e as soluções da Faiston.