Serviços gerenciados em TI impulsionam a indústria 4.0

Serviços gerenciados em TI impulsionam a indústria 4.0

Anos antes de Big Data, robôs autônomos, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, realidade aumentada e computação em nuvem se tornarem parte do vocabulário das pessoas comuns e das empresas, o setor industrial já conhecia – e utilizava – estas tecnologias. 

Desde o início da década passada, a Indústria 4.0 acelera a implementação da inovação, extraindo o melhor de cada solução e buscando o melhor resultado da combinação de diferentes ferramentas. Ela permanece à frente desse processo, que inspira e traz soluções para outras empresas, de outros setores da economia.

O resultado da integração de novas tecnologias é um novo jeito de produzir, baseado na orientação a serviços, na descentralização, na virtualização e na capacidade de operar em tempo real, ajustando processos e colocando máquinas para fazer tarefas repetitivas e humanos para extrair insights e soluções criativas a partir das informações capturadas.

No chão de fábrica, a utilização de máquinas e sensores inteligentes permite inclusive desenvolver ações de manutenção preventiva, que apontem para a necessidade de reparos com antecedência. Enquanto isso, os gestores ganham tempo para repensar ciclos de produção, buscando soluções inovadoras – e testando cada uma delas em ambientes de realidade virtual antes de colocá-las para funcionar na prática. 

Novos produtos também já são testados em ambientes digitais, e depois com a impressão de moldes em 3D, antes de chegar à linha de montagem, com ganhos de eficiência e redução da taxa de retrabalho, com benefícios diretos para o controle de custos operacionais. 

Certificações cruciais

Uma série de ações, certificações e ferramentas garantem a aderência às práticas da Indústria 4.0. A gestão dos processos, por exemplo, é crucial para garantir que a empresa se beneficie do melhor que todas as tecnologias têm a oferecer para cada perfil de atuação. Sistemas de integração, horizontais e verticais, permitem levar a digitalização para toda a cadeia produtiva e logística, assim como para todos os níveis hierárquicos.

Certificações de referência no mercado também contribuem para alcançar os melhores resultados. Afinal, no processo por buscar conformidade pelos mais elevados padrões de mercado, as empresas não apenas reafirmam seus padrões ao mercado, como também incorporam aprendizados ao longo do processo.

Entre os certificados que contribuem para o avanço na direção da Indústria 4.0 estão a ISO 9001, que leva as empresas e trabalhar pela melhoria contínua de seus processos de gestão, e a ISO 27001, que trata de um aspecto crucial e sensível: a segurança da informação, que demanda um trabalho constante de monitoramento dos sistemas que gerenciam os dados da empresa e de seus fornecedores e clientes.

Além disso, a ISO 56002 contribui para as organizações a se ajustarem às novas tendências tecnológicas e comportamentais do mercado. De todas estas certificações, esta é a mais recente e a mais diretamente relacionada à transformação digital que tanto impacta o setor. Todas elas demandam um investimento consistente em processos, gestão, tecnologia – e pessoal. 

Como a Faiston pode ajudar

Pioneira em serviços gerenciados e soluções capazes de impulsionar o setor que responde por 18,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, a Faiston atua no mercado há mais de 20 anos, com mais de 30 clientes ativos. 

Está presente em todos os 27 estados, com mais de 2600 parceiros homologados. A combinação de conhecimento técnico e capilaridade proporciona a capacidade de atender a qualquer demanda, 24 horas por dia, sete dias por semana, em qualquer lugar do país, com serviços gerenciados em TI.

Para conhecer as soluções Faiston, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *