Como o Cloud Computing pode transformar a sua empresa?

Cloud Computing

Cloud Computing, na definição do nosso parceiro Microsoft, é um modelo que oferece serviços de computação, incluindo servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise e inteligência, pela Internet (“a nuvem”), entregando inovações mais rápidas, recursos flexíveis e economias de escala, e transformando a forma tradicional de pensamento adotada pelas empresas sobre os recursos de TI.

O modelo de Cloud Computing ajuda as organizações a escalar novas soluções digitais com maior velocidade e agilidade – e a criar valor mais rapidamente.

Quais são os modelos de Cloud Computing?

Existem três modelos de implantação do Cloud Computing: privada, pública e híbrida. Em última análise, todos os três modelos permitem acesso a qualquer hora e em qualquer lugar aos arquivos e aplicativos que impulsionam os negócios. A diferença está em como os usuários fazem isso. Confira os três modelos:

Públicas: ambiente comum para todos os usuários, a partir do servidor, em que o provedor do serviço é que se responsabiliza pela hospedagem e o disponibiliza via internet. Empresas podem compartilhar a infraestrutura de dados por meio de uma nuvem pública – por ser compartilhável, ganha em escalabilidade. Por outro lado, se quiserem ainda mais segurança e privacidade, podem optar por uma nuvem privada, pensada especificamente para as demandas da empresa.

Privadas: aqui, apenas usuários autorizados têm permissão a partir da intranet ou do Data Center. É necessária uma integração com a infraestrutura física e equipe de TI qualificada. O mecanismo é personalizado para atender às demandas específicas da empresa ou setor, com arquitetura exclusiva do Data Center.

Híbrida: como o próprio nome sugere, a nuvem híbrida é a combinação de uma ou mais nuvens públicas e privadas.

Multicloud: estratégia de TI que envolve o uso de múltiplas plataformas de computação em nuvem simultaneamente para atender às necessidades de uma empresa. Em outras palavras, em vez de depender exclusivamente de um único provedor de serviços em nuvem, as empresas optam por usar várias nuvens públicas e/ou privadas de forma integrada.

E, para a sua implementação, existem quatro tipos de serviços de Cloud Computing:

Infraestrutura como serviço (IaaS): fornece serviços de infraestrutura, como armazenamento, rede e virtualização.

Plataforma como serviço (PaaS): fornece uma plataforma para desenvolver, executar e gerenciar aplicativos.

Software como serviço (SaaS): modelo de Cloud Computing onde os aplicativos de software são hospedados e fornecidos aos usuários pela Internet.

Função como serviço (FaaS): fornece uma plataforma para desenvolver e executar aplicativos sem a necessidade de gerenciar a infraestrutura subjacente.

Vantagens da adoção do Cloud Computing

Analistas do Gartner indicam que os gastos empresariais com a migração da TI para o modelo de Cloud Computing devem atingir quase US$ 1,8 trilhão em 2025. O investimento em nuvem é fundamental para garantir a competitividade e uma oferta de serviços gerenciados de cloud inclui soluções integradas, gerenciamento, monitoração e serviços especializados de suporte, oferecendo capacidades como:

Escalabilidade

A capacidade de dimensionar recursos rapidamente é um dos benefícios mais marcantes da computação em nuvem. Isso evita a necessidade de investir antecipadamente em hardware e permite atender a picos de demanda sem problemas.

Redução de custos e acesso remoto com segurança

A nuvem elimina a necessidade de adquirir, manter e atualizar infraestrutura física. Isso reduz os gastos com hardware, energia, refrigeração e manutenção. Além disso, o modelo de pagamento por uso permite que as empresas invistam apenas em recursos personalizados às suas necessidades.

A solução pode fornecer, por exemplo, login e senhas específicas para permitir o acesso, além de criptografar os dados e contar com mecanismos firewall como antivírus. Além disso, uma empresa pode contar com a junção de Cloud e NOC (Network Operations Center) e SOC (Security Operations Center): centrais de operação que permitem tanto o bom funcionamento da rede quanto a prevenção de ataques virtuais. Assim, garante-se a praticidade do acesso sem perder em confiabilidade e proteção.

Agilidade e competitividade

Sem tempo a perder e com a tecnologia a favor, a computação em nuvem permite o rápido provisionamento de recursos, acelerando o desenvolvimento e a implantação de aplicativos. Isso é fundamental para empresas que desejam inovar e lançar novos produtos no mercado rapidamente. Mais do que isso, a nuvem confere aplicativos mais resistentes a falhas e interrupções, o que reduz o tempo de inatividade.

Atualizações e manutenção simplificadas

Contar com provedores de serviços gerenciados de Cloud permite que a atualização e a manutenção sejam, em grande parte, realizadas remotamente. Empresas como a Faiston contam, ainda, com uma rede de operadores físicos à disposição para solucionar rapidamente questões de microinformática, cabeamento, networking e telecom, servidores e VSAT.

Segurança de dados

Provedores de serviços em nuvem investem pesadamente em medidas de segurança, como criptografia, autenticação e autorização, atuando tanto na prevenção de problemas quanto na rápida solução. Isso torna a nuvem uma opção segura para o armazenamento e processamento de dados sensíveis.

A segurança envolve, também, backups mais eficientes, já que a nuvem facilita a implementação de soluções de recuperação de desastres, garantindo a segurança e a disponibilidade dos dados em caso de falhas ou incidentes. Além disso, como tudo é virtual, não é preciso investir pesadamente em tempo útil da infraestrutura, apenas em manutenções de segurança para evitar ataques cibernéticos e novos desenhos de sistemas para atender a novas demandas do negócio.

Como diferentes setores usam o Cloud Computing?

A nuvem, segundo analistas da consultoria McKinsey, está evoluindo para atender às necessidades específicas de cada setor. Até o final de 2024, espera-se que os gastos com nuvem pública em aplicações verticais (como gestão de armazéns no varejo e gestão de riscos empresariais no setor bancário) cresçam mais de 40% ao ano. A estimativa é que os gastos com cargas de trabalho horizontais (como gestão de relacionamento com o cliente) cresçam 25%. As organizações de saúde e de manufatura, por exemplo, planejam gastar cerca de duas vezes mais em aplicações verticais do que em aplicações horizontais.

Veja como a infraestrutura Cloud em TI pode apoiar e desbloquear valor em diferentes áreas:

Cloud Computing no Varejo

O varejo hoje está no meio de uma revolução em que o poder passou do varejista para o consumidor, que está influenciando as tendências por meio de análises e mídias sociais, fazendo extensas pesquisas de produtos on-line e esperando uma experiência omnicanal perfeita em todos os pontos de contato. Para se manterem competitivos, os varejistas enfrentam uma enorme pressão para obter novas capacidades de negócio mais rapidamente.

Confira como o Cloud Computing pode ajudar nesse cenário:

Gestão de preços e margens: O preço é um ponto crítico para os consumidores com implicações na margem bruta e na taxa de venda por distribuidores. Os comerciantes precisam estar atentos aos preços dos concorrentes, analisar o histórico de vendas com alta granularidade (muitas vezes ao nível da loja), prever oportunidades de remarcação de preços, analisar as implicações das margens e das vendas e traduzir os resultados destas análises em preços nas lojas e no e-commerce.

Personalização da experiência de compra: A personalização permite que os CMOs garantam que os produtos certos sejam mostrados aos clientes certos. No entanto, muitos varejistas ainda lutam para obter uma visão de 360 graus do cliente, pois isso requer integração de dados da jornada em vários canais e com fontes de dados de parceiros.

Visualização do inventário em tempo real: A visualização do inventário em tempo real é um dos recursos fundamentais para o sucesso do varejo omnicanal, garantindo que o produto esteja disponível em uma determinada loja, no caso da opção pela compra online com retirada no ponto de venda físico. Lojas de varejo podem usar soluções em nuvem para gerenciar seu estoque de forma eficiente, monitorando as vendas em tempo real e prevendo a demanda futura. Isso evita a falta de produtos e o excesso de estoque, o que em curto, médio e longo prazo trazem diferenças significativas não só para a receita da empresa como para a experiência do cliente.

Comércio Eletrônico: A hospedagem de sites de comércio eletrônico na nuvem garante alta disponibilidade, escalabilidade e segurança. As lojas online podem lidar com picos de tráfego durante promoções e eventos especiais, como Black Friday, Natal e mês do consumidor.

Monitoramento de Lojas: Câmeras de segurança baseadas em nuvem oferecem monitoramento em tempo real e armazenamento de vídeos na nuvem, o que melhora a segurança das lojas.

Cloud Computing no setor Industrial

Pesquisa da consultoria McKinsey indica os recentes avanços tecnológicos apresentam oportunidades para as empresas industriais capturarem uma parcela muito maior de valor, com aumentos de produtividade de até 50% e ganhos gerais de eficácia do equipamento de até 30%.

Confira mais vantagens para o setor:

Análise de dados: Aplicativos habilitados para nuvem podem fornecer aos operadores informações oportunas, facilmente acessíveis, que otimizam o trabalho. As indústrias podem usar análise de dados em nuvem para otimizar operações, melhorando a eficiência da produção e reduzindo custos.

Automação de Processos de Manufatura: A nuvem suporta a automação de processos de fabricação, permitindo a integração de máquinas, sensores e sistemas de controle, o que garante mais eficiência e conexão entre os setores e produtos.

Manutenção Preditiva: Sensores conectados à nuvem coletam dados em tempo real de máquinas e equipamentos, permitindo a manutenção preditiva para evitar falhas inesperadas e prejuízos com paradas não programadas.

Colaboração Global: Com a colaboração na nuvem, equipes de diferentes locais podem trabalhar juntas em projetos, compartilhando documentos e informações de maneira eficiente.

Cloud Computing no Setor Financeiro

A Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2023 aponta que o orçamento em tecnologia teve crescimento de 18% em 2022, chegando a R$ 34,9 bilhões, sendo uma das maiores altas dos últimos anos. Em 2023, a expectativa é que o orçamento atinja R$ 45,1 bilhões, avanço de 29% em relação ao ano anterior.

Em 2022, houve maior crescimento em Serviços de TI, de 6 pontos percentuais em relação a 2021, chegando a 18% dos investimentos totais. Esse aumento está relacionado com a amplificação do uso de cloud, que necessita de todo um ecossistema de serviços agregados, como para facilitar e expandir a implementação, assim como a contratação de mão de obra especializada ou de provedores de serviços especializados.

Assim, a migração para Cloud Computing continua no foco dos investimentos e, também, deve se expandir em pelo menos 20% em 2023. Confira algumas vantagens:

Pagamentos sem contato e carteiras digitais: Os primeiros utilizam tecnologia NFC para transferir informações de pagamento entre o sistema de ponto de venda (POS) de um varejista e o cartão de crédito ou smartphone de um consumidor sem contato físico. Estes últimos são semelhantes. Eles armazenam informações de pagamento e outros ativos – por exemplo, cupons, cartões de fidelidade e bilhetes de transporte público – de forma segura em dispositivos móveis e os transmitem aos varejistas por NFC ou pela web por meio de um aplicativo.

Serviços Bancários Online: A nuvem possibilita a implementação de serviços bancários online seguros, como verificação de saldo, transferências e pagamento de contas.

Análise de Riscos: Os bancos podem usar análise de dados em nuvem para avaliar riscos de empréstimos, investimentos e transações financeiras, aproveitando, inclusive, os benefícios de soluções de RPA.

Detecção de Fraudes: Soluções em nuvem podem identificar padrões de atividades suspeitas e proteger os clientes contra fraudes.

Atendimento ao Cliente: Chatbots e assistentes virtuais baseados em nuvem podem fornecer suporte ao cliente 24/7, melhorando a satisfação do cliente.

Cloud Computing no setor de Saúde

O Cloud Computing vem proporcionando avanços significativos na área da Saúde, revolucionando a prestação de cuidados aos pacientes e transformando o setor. A adoção das soluções de saúde baseadas na nuvem levou ao aumento da eficiência, à colaboração aprimorada e aos melhores resultados para os pacientes. Veja algumas possibilidades:

Melhor atendimento ao paciente: A computação em nuvem aprimorou o atendimento ao paciente, permitindo que os profissionais de saúde acessem os seus dados de qualquer lugar, a qualquer hora e em qualquer dispositivo. Esta acessibilidade melhorada permite que os profissionais tomem decisões informadas de forma rápida e eficaz.

Medicina Personalizada: A computação em nuvem facilita a coleta e análise de grandes quantidades de dados de pacientes, permitindo abordagens médicas personalizadas. Técnicas analíticas avançadas, como aprendizado de máquina e inteligência artificial (IA), podem identificar padrões e tendências nos dados dos pacientes, permitindo que os provedores adaptem os planos de tratamento às suas necessidades individuais. Essa abordagem personalizada leva a melhores resultados para os pacientes e redução de custos de saúde.

Prontuários Eletrônicos: Os prontuários eletrônicos armazenados na nuvem fornecem uma visão abrangente do histórico médico, alergias, medicamentos e planos de tratamento de um paciente, garantindo a continuidade do atendimento. As plataformas de cuidados de saúde baseadas na nuvem facilitam a colaboração entre prestadores de cuidados de saúde, permitindo-lhes partilhar dados de pacientes de forma segura e eficiente. Esta colaboração quebra silos entre diferentes departamentos e especialidades, melhorando a coordenação dos cuidados.

Análise de Dados de Saúde: A análise de dados de pacientes na nuvem ajuda na identificação de tendências de saúde e melhora a tomada de decisões médicas.

Telemedicina: Hospitais e médicos podem oferecer consultas e monitoramento remoto de pacientes por meio de plataformas em nuvem, tornando a assistência médica mais acessível.

Pesquisa em Saúde: Laboratórios e instituições de pesquisa podem usar a nuvem para processar grandes conjuntos de dados e executar simulações para avanços médicos.

Desafios da jornada para a nuvem

Custos, prazos, objetivos em transição. Segurança de dados, conformidade regulatória, desconhecimento de parceiros de infraestrutura em TI. Esses são alguns dos desafios quando se pensa na implementação de um sistema Cloud.

Pesquisa da PwC indica que 66% dos profissionais de TI consideram a segurança um grande desafio para a adoção da nuvem, mas, segundo os analistas, a percepção de segurança reduzida é o maior desafio. A realidade é que os provedores de serviços de nuvem investem muito mais em segurança do que qualquer empresa. A mudança para a nuvem não diminui a segurança – ela a aumenta.

Superar este desafio tem menos a ver com novas infraestruturas de segurança e mais com uma mudança cultural. Trata-se de fazer a pergunta “como minha empresa pode se sentir confortável com as tecnologias de nuvem?”.

A melhor maneira de fazer isso é começar aos poucos, movendo algumas cargas de trabalho para a nuvem e medindo com o resultados. Superar esses desafios requer um planejamento cuidadoso, envolvimento de todas as partes interessadas, treinamento adequado e parcerias estratégicas com provedores de serviços em nuvem confiáveis. Quando implementada corretamente, a nuvem pode oferecer benefícios rapidamente mensuráveis às empresas, mas é importante abordar esses desafios de forma proativa.

Confira alguns desafios e como os superar:

Segurança de Dados: Não basta apenas migrar as informações, é preciso contar com práticas e tecnologias de proteção de dados sensíveis e conformidade regulatória. Armazenar dados críticos e confidenciais na nuvem pode levantar preocupações quanto à segurança e privacidade. As empresas precisam garantir que medidas de segurança adequadas estejam em vigor, como criptografia de dados e controle de acesso, bem como adequação à LGPD, preservando-se dos ataques maliciosos de malwares.

Migração de Sistemas: As empresas precisam garantir que seus aplicativos e dados existentes possam funcionar de maneira eficaz na nova infraestrutura, bem como ajudar a equipe para as novas operações de trabalho e mudança na cultura organizacional. É preciso, também, investir na atualização do novo sistema e prevenir falhas a partir do monitoramento constante.

O papel do Cloud Computing nas práticas ESG

A nuvem oferece não apenas a agilidade e a velocidade que otimizam a jornada de transformação digital, mas também pode ajudar a atingir as metas de sustentabilidade. Muitas das maiores organizações do mundo já estão aproveitando os serviços na nuvem para apoiar os seus programas ESG e medir o seu impacto. A pesquisa “US Cloud Business Survey” da PwC mostra que 60% dos líderes empresariais estão usando ou planejam usar a nuvem para melhorar os relatórios ESG e 59% usam ou planejam usar a nuvem para melhorar suas estratégias ESG.

A nuvem oferece às organizações e usuários recursos de computação, armazenamento, capacidades de rede e aplicativos de software avançados virtualmente ilimitados, com soluções de IA generativa tornando-se cada vez mais predominantes. A execução destas ferramentas na nuvem permite que as empresas adquiram novas capacidades relacionadas com a descarbonização que anteriormente poderiam ter sido demasiado caras ou demoradas para serem implementadas localmente.

Como funciona a solução de Cloud Computing da Faiston?

Com a Faiston, a transformação digital é completa: nuvem pública e privada, soluções integradas, gerenciamento, monitoração e serviços especializados de suporte. Tenha à sua disposição o melhor da computação em nuvem, que, através dos principais provedores de Cloud Computing do mundo, é capaz de entregar soluções integradas, com gerenciamento, monitoração e suporte. Conte com nosso suporte em:

Avaliação e Planejamento: Trabalharemos com você para entender suas necessidades específicas e criar um plano personalizado de migração para a nuvem.

Implementação e Migração: Nossa equipe experiente cuidará da implementação e migração de seus sistemas e dados para a nuvem de forma eficiente.

Gerenciamento Contínuo: Após a migração, oferecemos serviços de gerenciamento contínuo para garantir que seus sistemas na nuvem funcionem de maneira otimizada, com monitoramento constante, cibersegurança e equipe gerenciada para atender às demandas.

Treinamento e Suporte: Oferecemos treinamento para sua equipe e suporte contínuo para garantir que você aproveite ao máximo sua infraestrutura na nuvem.

Diferenciais Faiston:

  • Monitoramento 24×7;
  • Gerenciamento e suporte de redes;
  • Configuração e gerenciamento de firewall em nuvem pública ou privada;
  • Backup center.

Entre em contato e tenha uma jornada sem atrito, em todos os setores.