8 desafios que as empresas de saúde precisam superar

Crucial para a humanidade superar a pandemia, que representou um dos acontecimentos mais sérios dos últimos cem anos, o setor de saúde já vinha sendo desafiado e pressionado desde antes da crise sanitária. Desde então, viu-se diante de uma série de novos desafios – e também de oportunidades – para se reinventar e continuar participando ativamente da vida das famílias.

De acordo com um levantamento global realizado pela consultoria Deloitte, as empresas de saúde encontram um cenário inédito, marcado pela adoção de novas tecnologias e modelos de prestação de serviços. Ao mesmo tempo, buscam aumentar a resiliência financeira e focar em ações de sustentabilidade. O pronto-atendimento digital é uma dessas tendências inovadoras impensáveis poucos anos atrás.

“Chegou a hora de abraçar as tecnologias emergentes e projetar a prestação de cuidados de saúde para o futuro”, anuncia o trabalho. “Com mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo sem acesso a qualquer forma de cuidados médicos e quase um bilhão de pessoas sem acesso a medicamentos modernos, a prestação de serviços de saúde de forma virtual apresenta-se como uma oportunidade para mudar vidas e fazer a diferença, sobretudo para as populações desfavorecidas.”

Conheça 4 tendências apresentados pelo estudo

  1. Criar uma força de trabalho mais sustentável

Num cenário de maior demanda por consultas, exames, tratamentos e cirurgias, a organização dos recursos humanos vem sendo repensada para que o acesso seja bem distribuído, sem que as empresas percam eficiência.

  1. Inovar constantemente

A adoção de novas tecnologias, como a telemedicina e registros eletrônicos de saúde, foi acelerada durante a crise. Ela apresenta uma série de vantagens para o cuidado dos pacientes e para a geração de insights capazes de melhorar a gestão das organizações.

  1. Aumentar a equidade

Ainda existe uma grande disparidade quando se trata de atendimento à saúde em relação a idade, localização, gênero, rendimento, raça, etnia, religião e orientação sexual. As empresas apostam na tecnologia para mudar esse cenário, levando o atendimento a locais de menor acesso.

  1. Contribuir para a sustentabilidade

As mudanças climáticas têm impacto direto na qualidade de vida e nas condições de saúde dos países, especialmente aqueles que serão mais afetados pela alta das marés e pelas ondas de calor. E o setor já se prepara para lidar com o aumento da demanda nestas regiões.

8 desafios que as empresas têm para vencer

As metas estão colocadas, portanto, e são bem claras. Mas, para alcançá-las, o setor de saúde se vê desafiado a superar uma série de desafios. Conheça agora os principais.

  1. Alta regulamentação do setor:

O atendimento em saúde é, via de regra, orientado por uma série de normas técnicas necessárias para garantir o cuidado universal e padronizado. Toda ação das empresas do ramo precisa levar em consideração essa especificidade deste mercado.

  1. Manter a operação sem interrupções e falhas:

No novo cenário, a conectividade precisa alcançar níveis inéditos de confiabilidade, a fim de garantir, por exemplo, a realização de cirurgias a distância ou o compartilhamento de resultados de exames com agilidade.

  1. Suportar o tráfego de grande volume de informações:

Uma infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) pode ajudar a encarar o desafio de levar a saúde conectada ao padrão de qualidade que a sociedade espera dela.

  1. Integrar e gerir o uso de diferentes sistemas:

O ecossistema de saúde abrange desde indústrias farmacêuticas até clínicas, hospitais e laboratórios, cada qual com suas próprias demandas. Para que dados cruciais não se percam, a integração entre players é crucial.

  1. Realizar o armazenamento de dados sensíveis com segurança:

Informações sobre saúde são sigilosas e sujeitas às normas rígidas da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). O esforço na direção da digitalização precisa ser acompanhado por cuidados adicionais em segurança.

6, Lidar com diferentes perfis de usuários de tecnologia:

O atendimento em saúde é universal. Num cenário de demanda pela ampliação de públicos, as tecnologias precisam ser acessíveis e de fácil utilização, a fim de garantir que todos os perfis sejam atendidos.

  1. Uso de equipamentos de TI em todas as pontas do ecossistema:

Garantir a capilaridade no atendimento, tanto geográfica quanto no perfil do usuário, conectando organizações de diferentes portes e perfis de atuação, é um desafio para o qual um parceiro especializado em TI pode contribuir.

  1. Levar inovação para toda a companhia:

Como atender a todas as demandas rotineiras sem perder o olhar para o futuro? Mais uma vez, este é um aspecto que pode ser atendido por um parceiro especializado, enquanto a empresa foca no core business: salvar vidas.

Como a Faiston pode ajudar

Este parceiro pode ser a Faiston. A empresa conta com uma série de diferenciais que a habilitam a apoiar o setor neste momento tão desafiador. A empresa está qualificada a garantir maior controle, com ganho de eficiência, redução de custos e de riscos e melhorias para a gestão.

A empresa está bem posicionada para contribuir para a inserção de tecnologia em toda a jornada do paciente, incluindo:

RECEPÇÃO

  • Equipamentos de TI
  • Rede de telefonia
  • Rede Wi-fi – Interna
  • Rede Wi-fi – Visitantes
  • Automação de processos (RPA)

TELEMEDICINA

  • Segurança de dados
  • Armazenamento de dados
  • Gestão de acessos

CONSULTÓRIO MÉDICO

  • Equipamentos de TI
  • Rede de telefonia
  • Rede Wi-fi – Interna
  • Segurança de dados
  • Armazenamento de dados

SALAS DE EXAME

  • Equipamentos de TI
  • Rede Telecom
  • Rede Wi-fi – Interna
  • Segurança de dados
  • Armazenamento de dados

RECEPÇÃO INTERNA E CORPO CLÍNICO

  • Equipamentos de TI
  • Rede de telefonia
  • Rede Wi-fi – Interna
  • Segurança de dados
  • Armazenamento de dados
  • Automação de processos (RPA)

SEDE ADMINISTRATIVA

  • Financeiro, administrativo, Compliance, MKT, Compras e RH
  • Equipamentos de TI
  • Rede de telefonia
  • Rede Wi-fi – Interna
  • Segurança de dados
  • Armazenamento de dados
  • Automação de processos (RPA)

Fale conosco!